Fique em dia com a gente e concorra a prêmios

Equatorial Maranhão entrega Nova Subestação Santa Inês II

A obra deve beneficiar mais de 215 mil clientes em municípios adjacentes 

Em sua busca contínua em reforçar o sistema elétrico do Estado e contribuir para seu desenvolvimento, a Equatorial Maranhão entrega a Nova Subestação Santa Inês II. A obra faz parte do conjunto de obras que beneficiará diretamente cerca de 384 mil clientes na região do Mearim, onde estão sendo aplicados mais de 33 milhões de reais

A conclusão da obra marca o início dos esforços de expansão da capacidade energética da região que deve atender desde as grandes criações de gado até a significativa demanda habitacional.  Isso porque a região centro do Estado, banhada pelos Rios Mearim e Grajaú, apresenta condições favoráveis aos seguimentos da rizicultura e pecuária, dando margens também ao crescimento dos setores turístico e industrial. 

Santa Inês, cidade que recebeu a Nova Subestação, é considerada sede comercial para vários outros municípios adjacentes. Nesse sentido, a obra garante viabilidade técnica de expansão para atender empreendimentos de grande porte como indústrias cimenteiras e condomínios residenciais, acompanhando o avanço do setor imobiliário. Além de assegurar maior segurança operacional e agilidade no restabelecimento de energia. 

O investimento, que ultrapassou os 7milhões de reais, já beneficia mais de 215 mil clientes nos municípios de Pindaré Mirim, Bela Vista do Maranhão, Altamira do Maranhão, Monção, Santa Luzia, Igarapé do Meio, Pio XII e Tufilândia.   

Para o Ex-secretário Municipal de Administração de Santa Inês, Madeira de Melo, o conjunto de obras que está sendo realizado no centro do Estado levará expressivo desenvolvimento para a região. “A nova Subestação de Santa Inês é um investimento de grande porte que trará melhorias tanto para os consumidores residenciais quanto para aqueles dos setores comercial e industrial. Investimentos como esses partem de empesas que acreditam no potencial dos municípios! ” Aponta Madeira.    

O Líder de Manutenção da Equatorial Maranhão, James Rasquete, destaca que “a Subestação Santa Inês II, dentre outras obras, faz parte do plano de expansão que tem levado diversos benefícios para a população. Sendo uma das mais importantes obras realizadas na região, a nova subestação deverá dividir as cargas com a Subestação Santa Inês I, garantindo o aumento dos níveis de tensão e maior estabilidade do fornecimento de energia. ”  

A entrega da Nova Subestação Santa Inês II inaugura um ano de muito trabalho e compromisso da Equatorial Maranhão em fornecer uma energia limpa e de qualidade, serviço essencial à dignidade e desenvolvimento da população.  

Assessoria de Imprensa Equatorial Maranhão  

Mais facilidade na palma da sua mão.

Baixe agora o App da Equatorial Energia na sua loja de aplicativos.